quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

É assim que se trata uma série

Quando o SBT resolveu apostar em séries no horário nobre, colocou no ar Harper’s Island e viu que dava certo. Depois dela passou a exibir Sobrenatural(ou Supernatural, como preferir) e com isso consegue a vice-liderança do horário com facilidade, passando de 10 pontos no IBOPE, mesmo competindo com a novela das oito da Globo. Mas qual são os motivos para esse sucesso.

blog_topo_02

O primeiro é a própria série, que é muito boa, e o segundo é o tratamento do canal à série. O SBT passou a tratar Sobrenatural como produto de primeira, exibindo comerciais durante a programação e não picotando* o episódio. E ele sempre começa entre 21h10m e 21h15m.

Outro diferencial é a possibilidade de assistir os últimos episódios pelo site, assim, não deu pra assistir em um dia, veja pela internet e entenda perfeitamente a história. Um ponto a favor do streaming pelo site é que ele carrega instantaneamente numa conexão de 1 mega, o que acho suficiente. A qualidade não é das melhores mas dá pra assistir tranquilo.

Com essas condições, assistir Sobrenatural no SBT vira uma opção. Quando passava de madrugada não dava pra assistir diariamente e acabava que eu não entendia alguns episódios, agora com o novo horário, eu assisto desde a 2ª temporada e vou ver até o final da quarta. E quando a quarta temporada acabar, ao invés de baixar a 5ª em alta definição, vou esperar passar no SBT, o que pode acontecer a partir de março, quando o SBT recebe a autorização para exibir a temporada. É uma alternativa boa e dentro da lei. Seria bom se o SBT fizesse isso com todas as suas séries.

*Cada episódio da série tem duração de 42 minutos e o SBT exibe em 45 minutos. Intervalos tem duração média de 4 minutos, ou seja, o corte é de menos de 2 minutos, o que pode ser ignorado.

Ocorreu um erro neste gadget
Por algum motivo que ainda não descobri, os comentários podem não aparecer para usuários do Internet Explorer. Estou trabalhando no problema, desculpe o transtorno.